Programa: Lean Kanban Brazil 2017

Orientações Práticas e Pragmáticas de Gestão

  • Workshops Práticos - 27/Outubro

    Local: Espaço Franklin Covey – R. Florida, 1568 – Brooklin Novo – São Paulo, SP (mapa)

    Os workshops são mini-treinamentos de 4 horas que ocorrerão no dia 27 de Outubro, sexta das 9:00 as 18:00. Você pode escolher uma das opções da manhã e uma das opções da tarde.


Manhã - 9:00 às 13:00


  • Workshop de Adoção do Fluxo Unificado
    (Celso Martins e Rafael Cáceres)

    Ver detalhes…

  • Negociação para Técnicos e "Não-Vendedores"
    (Marcio Tierno)

    Ver detalhes…


Tarde - 14:00 às 18:00


  • Dinâmicas para times e líderes na adoção de práticas Kanban
    (Samuel Cavalcante)

    Ver detalhes…

Faça sua inscrição agora! As vagas são limitadas!

Quero me inscrever nos Workshops!
  • Conferência Principal (Online e Presencial)

    As palestras do Lean Kanban Brazil 2017 se dividem em duas partes: os webinars pré-conferência (dias 3, 10 e 17 de Outubro) e o nosso grande encontro presencial no dia 28 de Outubro em São Paulo.


Webinars: 3 de Outubro (das 19:00 as 21:00)


Webinars: 10 de Outubro (das 19:00 as 21:00)


Webinars: 17 de Outubro (das 19:00 as 21:00)


Palestras Presenciais (28 de Outubro - das 8:30 as 19:00)

Grand Mercure Ibirapuera - R. Sena Madureira, 1355 - São Paulo - SP (mapa)


  • 8:00 - Credenciamento

  • 8:50 - Palavra do Chairman
    (Rodrigo Yoshima)

  • 9:00 - Keynote de Abertura
    (David J. Anderson)

Ver detalhes... +

Veja o que o David prometeu para o seu Keynote!

David J. Anderson
Criador da abordagem Kanban para o Trabalho do Conhecimento e do Enterprise Services Planning (Kanban em Escala). David é autor dos livros "Kanban: Successful Evolutionary Change for Your Technology Business", "Lessons in Agile Management" entre outros. Ele tem 30 anos de experiência em liderança em alta tecnologia em empresas como Sprint, Motorola e Microsoft. É o chairman da Lean Kanban University.

  • 10:00 - Break

Sala 1

  • 10:30 - Estruture seu Kanban com entrega incremental em MVP
    (Mayra Rodrigues de Souza)

Ver detalhes... +

As necessidades de negócios e especificações não precisam ser definidos detalhadamente no início do projeto, pelo contrário, abordagens modernas pregam que eles sejam descobertos e reavaliados ao longo do desenvolvimento do produto, através da experimentação. Com o ciclo de feedback "Construir, Medir e Aprender" do Lean Startup, após a entrega do MVP 1 temos feedbacks, e após esta entrega não temos 100% da equipe trabalhando no MVP 2! Correto?

Nesta palestra você vai aprender como ter um plano de entrega incremental do produto em MVP com uma Inception Enxuta e como fazer a gestão no Kanban limitando o WIP, e organizando o fluxo para não perder o mais importante de trabalhar com MVP, que é o trabalho pós feedback.

Sobre a palestrante:

Atualmente Agile Coach no ZAP Imóveis empresa do Grupo Globo. Trabalhou 2 anos na ThoughtWorks e atuou junto com Paulo Caroli facilitando Inception, workshops de aprendizado e desenvolvendo novas pessoas facilitadoras. Também atuou nos papéis de analista de negócios, coach e facilitadora de práticas ágeis. É Engenheira de Produção pela PUCRS tem especializações de Scrum Product Owner, FMEA de processos, Auditoria, Management 3.0, Visual Thinking e experiência em diversas áreas como: gestão de pessoas, comercial, treinamentos e qualidade. Com uma jornada profissional de 15 anos com gestão de pessoas, treinamentos e reengenharia de processos.

  • 11:10 - Governança Lean (case Delboni Auriemo / Lavoisier)
    (Thiago Torricelly)

Ver detalhes... +

Organizações têm aplicado práticas de Lean, kanban e ágeis, porém as áreas de negócios de muitas destas ainda possuem uma relação de Cliente/Fornecedor com sua TI, o Negócio tem as ideias e a TI atua como braço de execução, e não um parceiro estratégico que também entende muito de negócios. A Governança ainda é realizada no modelo de status reports em cima de datas, bolinha vermelha atrasado, verde no prazo, e não em cima de resultados alcançados, satisfação do cliente, melhorias organizacionais de eficiência.

Conheça o case (em progresso) do maior grupo de laboratórios diagnósticos da América Latina (que possui marcas como Delboni, Lavoisier), terceiro maior do mundo, mais de 600 unidades, que há 1 ano começou adotar Lean unificando a visão estratégica de negócios com sua Governança de TI e com os times de tecnologia, saindo do modelo de TI reativo, recebedor de demandas de negócios, para um modelo pró-ativo de descoberta de oportunidades. Saindo do modelo de gestores de TI que possuem visão apenas de entregas de requisitos para realizarem gestão com mais eficácia e medição de resultados em nível de negócios. Saindo do modelo de programadores como executores de requisitos para desenvolvedores que também entendem de negócios e causam maior impacto na organização se destacando mais por dominar os dois mundos.

Sobre o palestrante:

Este ano completei 20 anos que comecei como programador (aos 13!) na software-house do Cobolzeiro/dinossauro do meu pai, aos 15 anos desenvolvi um sistema de gestão da Penitenciária do Estado de Goiás e aos 18 era responsável por sistemas de gestão de impostos de prefeituras em várias cidades.

Cursei Administração de Empresas para ter mais visão de gestão e negócios - foi como unir fogo com gasolina, unir tecnologia com gestão deu muito certo - em 2003 tive o primeiro contato com Just-in-Time (era o nome popular do Lean na época), inovação da Toyota, e nunca mais parei de buscar conhecimentos sobre estes assuntos.

Desde então tenho atuado em posições de gestão em TI ou empreendendo algum negócio próprio. Em 2008 como coordenador de TI em um polo de tecnologia na Universidade Estadual de Goiás. Em 2009 criei e vendi uma empresa de segurança de TI com o produto "Guardião". Já em 2011-2012 criei e vendi uma empresa de softwares de gestão educacional para faculdades. Tiveram outros produtos que ajudei criar e viraram cadáveres no meio do caminho, mas estes 2 foram os que deram mais retorno e ainda estão vivos.

Em busca de novas ideias de negócios busquei trabalhar dentro de organizações maiores, em 2013 comecei atuar como Agile Coach, inicialmente no Magazine Luiza e em 2015 no e-commerce do Walmart. Atualmente, estou determinado em realizar um case bem legal de gestão de TI no Grupo Dasa, e também empreendendo mais uma empresa em fase de validação do problema.

Já aviso que não sou palestrante, me defino como empreendedor que tem foco de pit-bull em aprender rápido e colocar conhecimentos em prática e gostaria de compartilhar um pouco do case atual que estou trabalhando.

Sala 2

  • 10:30 - Lean Business Analysis: Muito Além de uma Análise Enxuta
    (Luiz Claudio Parzianello)

Ver detalhes... +

O que podemos aprender com as grandes empresas de tecnologia do século XXI que estão transformando a forma como consumimos produtos e serviços na atualidade? Estamos vivendo uma época em que as tradicionais grandes empresas estão sendo ameaçadas até mesmo por startups, que surgem com novos modelos de negócio capazes de crescer exponencialmente com pessoas, produtos e processos incríveis. O que elas tem em comum? Um propósito inspirador, uma cultura colaborativa focada na experimentação e aprendizagem, um modelo de gestão inovador que tem as pessoas como maior ativo organizacional. Diante deste cenário, cada vez mais competitivo e de difícil recuperação ou aceleração de resultados, o que realmente faz com que muitos gestores ainda liderem suas empresas com a cabeça do século XX? Como resposta a estas perguntas, apresentamos os conceitos, princípios e práticas da Lean Business Analysis, uma abordagem pragmática da Análise de Negócios que transforma a inspiração da mudança empresarial num pensamento estruturado capaz de transformar a estratégia em execução.

Sobre o palestrante:

Consultor, palestrante e professor universitário. Atua na área de TI há mais de 25 anos e de gestão há 15 anos, sendo um dos pioneiros na adoção e disseminação das Metodologias Ágeis no Brasil. Tornou-se especialista em resolução de problemas complexos de negócio utilizando pensamento sistêmico e modelos de análise (Lean Business Analysis, autor) e de gestão (Agile Management). Atuou para empresas como Grupo RBS, Sicredi, Unicred, Banrisul, Citibank, ThyssenKrupp Elevadores, FAURGS, REFAP/ Petrobrás, GetNet, Ministério do Planejamento de Angola, entre outras. Engenheiro Eletricista pela PUCRS e Mestre em Sistemas Eletrônicos pela USP, é sócio-fundador da empresa Surya Gestão Digital e professor em MBA nas instituições UniRitter, UNISC, IMED e CESUSC. Foi fundador e presidente do IIBA Porto Alegre Chapter (International Institute of Business Analysis) e um dos autores da Agile Extension to the BABOK (Business Analysis Body of Knowledge), projeto conjunto entre IIBA e Agile Alliance. É co-autor e líder da metodologia Lean Business Analysis no Brasil, onde presta serviços de consultoria e treinamento com foco na aceleração de projetos e resultados em grandes empresas.

  • 11:10 - Desmistificando o "Não-Modelo" Spotify
    (Henrique Imbertti Jr.)

Ver detalhes... +

O Spotify é uma empresa de 11 anos que vem inovando constantemente e aumentando a base de usuários. Por acreditar na transparência, a empresa é bastante aberta com as abordagens utilizadas no desenvolvimento de produtos e de software. Provavelmente você já assistiu algum video ou leu algum artigo sobre práticas utilizadas pelo Spotify. É compreensível que algumas empresas passem a copiar partes da estrutura almejando atingir os mesmos benefícios. Após experienciar esta cultura por 3 anos eu convido você para explorar comigo os ingredientes deste não-modelo.

Sobre o palestrante:

Um Agile Coach que teve experiências em empresas de grande porte como o Yahoo!, ajudou a montar um time do zero em uma startup, vivenciou a cultura do Spotify de perto, e no momento, está participando da transformação ágil do Magazine Luiza. Conheceu o método Kanban em 2009 e continua utilizando a abordagem em seus desafios.

  • 12:00 - Almoço (Restaurante Aquarelle)

Sala 1

  • 13:30 - Quantic Kanban
    (José Finocchio Jr.)

Ver detalhes... +

O Quantic Kanban é um método de kanban componente da metodologia Takt. Ele se caracteriza por permitir levar a projetos de todas naturezas - incluindo construção e montagem, projetos de natureza não de serviços ou aplicações - conceitos do Kanban como Sistema Puxado, eficiência de fluxo e limitação de WIP. Com um sistema de scheduling que permite redes e integrações complexas, o Quantic Kanban é gerado pelo apontamento de progresso biológico dos projetos por dois movimentos básicos denominados Lub/Dub. Esses dois movimentos geram quatro estados discretos (Planned, Active, In Progress & Completed). Existem dois estados que são considerados ground state e dois estados que são "excited".

Sobre a palestrante:

José Finocchio é consultor, autor e professor sobre os temas projetos, programas e portfólio. É autor da Metodologia PM Canvas, disponibilizada gratuitamente para empresas e universidades (licença Creative Commons), tendo conquistado grande adesão nacional. Conquistou o prêmio PMI Professional Award do PMI americano. É autor de livros e artigos; o livro "PM Canvas: Gerenciamento de Projetos sem Burocracia" é um bestseller na área de gestão com mais de 25 mil cópias vendidas. Tem se dedicado a criar uma abordagem Lean para projetos de múltiplas indústrias e diferentes naturezas.

  • 14:20 - Criando Organizações Antifrágeis
    (Rodrigo Yoshima)

Ver detalhes... +

"Entrega de Valor" é a frase de efeito de gestão mais usada e abusada em palestras, discussões na Internet e nos corredores das empresas. Nesta palestra pretendo derrubar a percepção das pessoas sobre o que é valor diferenciando o que é o Mediocristão, o Mediocristão Extremo e o Extremistão baseado na literatura e teoria de Nassim Nicholas Taleb, oferecendo um framework de gestão de portfólio que ofereça opções que habilite a Inovação e também minimize os riscos de Black Swans negativos. Nesta palestra pretendo desmistificar como empresas navegam da Fragilidade para a Resiliência/Robustez e da Robustez para a Antifragilidade através de estratégicas Côncavas e Convexas.

Sobre o Palestrante:
Empreendedor, Técnico em Processamento de Dados e Bacharel em Administração de Empresas e Economia. É Advanced Accredited Lean Kanban Trainer (AAKT) e Kanban Coach Professional (KCP) pela Lean-Kanban University. Com mais de 20 anos de experiência na área de tecnologia, Rodrigo atua como consultor e instrutor em melhoria de processos tendo implantado métodos Lean e Agile em mais de 200 equipes em mais de 30 empresas no Brasil, Estados Unidos e Europa através da Aspercom, uma empresa com quase 20 anos de estrada e uma das primeiras na aplicação do Método Kanban em grandes organizações no Brasil.

  • 15:10 - (slot aguardando confirmação)

Sala 2

  • 13:30 - Usando Classes de Serviço para equilibrar horizontes de curto, médio e longo prazo
    (Rodrigo de Toledo e Daniel Teixeira)

Ver detalhes... +

Nesta palestra relatamos um caso em que utilizamos Kanban em uma multinacional para gerar diversas melhorias no value stream que impactaram o lead time de forma significativa. Utilizando diferentes classes de serviços, foi possível balancear o trabalho realizado entre os quatro horizontes de atuação da empresa, divididos em ações de prazo curto, médio, longo e incerto (DEVOLUÇÃO, EVOLUÇÃO, REVOLUÇÃO, INOVAÇÃO). A organização contemplava múltiplos times multidisciplinares com um backlog único e um cenário complicado de distribuição geográfica dos membros dos times.

Daniel Teixeira:
Utiliza Kanban desde 2010 e formado pela LKU desde 2012. Faz coaching em diversas empresas pela K21 desde 2015, onde em geral Kanban é um meio para buscar a agilidade.

Rodrigo:
Trainer oficial da LKU com muitos anos de experiência com Kanban.

  • 14:20 - Gestão de Portfólio com Kanban na Prática (case PagSeguro)
    (Mariana Zaparolli Martins)

Ver detalhes... +

Veja o trailer desta palestra!

 

A Gestão de Portfólio em empresas ágeis em crescimento é um grande desafio. Aumento de times, de frentes de negócios e de produtos trazem complexidade ao ambiente e geralmente degradam a eficiência, removendo a visibilidade e dificultando o alinhamento estratégico. O mercado apresenta alguns frameworks propostos para escalabilidade do ágil, entretanto, vemos muitas organizações desperdiçando tempo e dinheiro tentando "instalar" frameworks para gestão das suas iniciativas. Essa apresentação mostrará a experiência de uso de Kanban aliado as ferramentas e processos enxutos para Gestão de Portfólio no PagSeguro que é uma fintech de médio porte.

O forte crescimento do PagSeguro trouxe desafios para sua agilidade.
Compartilharei os experimentos feitos, indicando as dificuldades, as adaptações, os resultados e as mudanças que a Gestão de Portfólio enxuta trouxe para a organização dos times ao nível executivo.

Sobre a palestrante:
Experimentadora e disseminadora da cultura ágil desde 2013. Atua com agile coaching e governança Lean de portfólio a 2 anos, catalisando a agilidade em toda a organização onde atua.
Atua a mais de 10 anos no mercado de TI com desenvolvimento de sistemas, gestão de projetos e portfólio. Após longo período em empresas tradicionais (Telefônica, Unibanco e Itaú) está atualmente em uma fintech (PagSeguro). Engenharia de Computação (FURG-RS) com mestrado em Computação Musical (IME-USP), fez cursos de Product Owner, Kanban, Management 3.0, além da certificação PMI-ACP.

  • 15:10 - (slot aguardando confirmação)

  • 16:00 - Break

  • 17:40 - Keynote de Encerramento
    (Alisson Vale)

  • 18:40 - Palavras Finais
    (Rodrigo Yoshima)

Faça sua inscrição agora! As vagas são limitadas!

Quero me inscrever
nos Webinars e Palestras!

ATENÇÃO!

Grade provisória sujeita a alterações. Para ser notificado de todas as modificações no programa, novos conteúdos e promoções exclusivas assine a nossa mailing list abaixo:

Nós respeitamos a sua privacidade! Não compartilhamos seus dados com ninguém.